segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

A Arte de Envelhecer

 

            Envelhecimento é um processo natural pelo qual todos passaremos. Afinal, quando começamos envelhecer? Alguns pesquisadores afirmam que envelhecemos desde o nascimento, pois nascemos, nos tornamos crianças, adolescentes, adultos jovens, adultos, velhos e morremos. Outros, acreditam que a senescência inicia-se na terceira década da vida, quase imperceptível, tornando-se visível a partir dos 60 anos.

            Na verdade o “quando?” não importa muito. Devemos nos preocupar com o “como?”. Portanto, a pergunta mais adequada é “Como estamos cuidando da nossa vida?”. Existem diversas teorias, conceitos e formas de se ter uma vida saudável; e na verdade a maioria está correta, no entanto, temos que “abrir os olhos” para as formas mágicas, pois mágica não existe. Cuidando da saúde temos mais chances de ter um envelhecimento saudável, de ter certa independência até os últimos anos de nossas vidas.

            Envelhecer! A moairia das pessoas não pensam nisso, têm medo, ou dizem, está tão longe para acontecer. Na verdade chegar à velhice pode faltar muito tempo, no entanto, o envelhecimento esta acontecendo agora, e devemos ficar alerta. Sendo o envelhecimento um processo natural porque não planeja-lo?

            Existem fatores controláveis, embora de dificil controle e outros não controláveis, embora passiveis de prevenção. Fatores controláveis são: (1) alimentação adequada, contendo no cardápio diário alimentos construtores (protínas), energéticos (carboidratos) e reguladores (verduras e frutas); (2) dormir 8 horas diárias; (3) lazer, como atividade anti-estresse; (5) exercícios físicos e; (4) evitar vícios. Os fatores não controláveis são: (1) acidentes; (2) econômicos e; (3) genéticos (ainda não totalmente controlável). Assim sendo, podemos planejar nosso futuro, principalmente, a partir dos fatores controláveis e previnindo os fatores não controláveis. Você prefere ser um velho saudável, independente físicamente e financeiramente, com amigos e familiares a sua volta; ou um velho com problemas de saúde, dependente, pobre e com dificuldade de relacionamento inter-pessoal?  

            Envelhecer é uma arte. Fazemos nosso roteiro e construimos nosso personagem e, quando temos bom desempenho no palco somos aplaudidos com qualidade de vida; agora, se não houver dedicação e disciplina seremos vaiados com sofrimento. Somos  artífices da vida.

             
Luciano Chaves
Fisioterapeuta
Crefito 63.178-F
Especialista em acupuntura
Pós-graduado em fisioterapia geriátrica

Nenhum comentário:

Postar um comentário